RAQUEL S.


Longe

Estreia ⁄ Coprodução

No âmbito do FITEI 2018

Junho

Ter 12 Jun ⁄ 19h00 & Qua 13 Jun ⁄ 21h30


CAMPO ALEGRE Palco do Auditório

7,50EUR • M/12 

bilhetes

Direção e texto Raquel S.
Interpretação Margarida Gonçalves
Cenografia Catarina Barros
Música José Alberto Gomes
Desenho de luz Rui Monteiro
Figurinos Catarina Barros e Raquel S.
Apoio à pesquisa científica Sara Adães
Imagem e vídeo Nuno Matos
Operação de Luz Teresa Antunes
Construção do cenário Móveis Maia
Execução de Cortinas Ana Fernandes e Rosa Almeida
Um espetáculo Noitarder – Associação Cultural
Coprodução Teatro Municipal do Porto 
Duração aprox. 50min

Agradecimentos João Miguel Mota, Sara Sá Jones, Sara Oliveira, Tiago Jorge, Carla Miranda, Elena Sines, Ludo Sousa, Pedro Marques, Vera Santos, TUP, Marisa Catita, Vasco Vasconcelos, Alexandre Marinho, Inês Gregório, Inês Maia, Teresa Cardoso, Teresa Leal, Teatro do Bolhão, Gonçalo Gregório, Joana Gama e Luís Fernandes.

Este texto inclui palavras, ideias, artigos ou histórias de apontamentos de aluno/a desconhecido/a de uma aula da disciplina de Medicina Legal (Doutora Maria José Pinto da Costa), António Franco Alexandre, Arthur Rimbaud, C S Lewis, Carla Miranda, Celia Green e Charles McCreery, Chris Godfrey, Colin Murray Parkes, Douglas Crimp sobre Fredric Jameson, Dylan Trigg, E. E. Cummings, Edgar Allan Poe, Elena Sines, Elizabeth A. Kesinger, Elizabeth Kübler-Ross, Emanuel Levinas, ER Kandel, JH Schwartz, TM Jessell, SA Siegelbaum e AJ Hudspeth, Ernesto Sampaio, Fernando Vidal, Fran Schumer, Frances A. Yeats, Georges Rodenbach, Herberto Helder, Ivy Compton-Burnett, James McClelland, Joan Didion, Jean-Pierre Changeaux, João Miguel Mota, Joseph Schwartz, Kate Flint, Kourken Michaelian e John Sutton, Lim Lee Ching, Ludo Sousa, Marie Currie, Maria Velho da Costa, Manohar Chandrasekhar, Marcel Proust, Neil Dagnall, Pedro Marques, Pierre Nora, Philip Ball, Platão, Rachel Aviv, Rebecca Soffer e Gabrielle Birkner, Robert Sokolowski sobre Edmund Husserl, Robert Morris, Robert Stickgold, Roland Barthes, Samuel Beckett, Sara Oliveira, Sara Sá Jones, Susan Sontag, Sigmund Freud, Suzanne Nalbatian, Tiago Jorge, Thomas W. Lauquer, Vaughan Bell, Vera Santos, William Goyen, Yadin Dudai.

Inserido no FITEI 2018
- Tentar descrever uma cara com precisão.
- Tentar descrever uma cara de uma pessoa que já não existe.
- Encontrar palavras capazes de descrever a cara de alguém que já não existe.
- Encontrar no cérebro o lugar onde os mortos ficam.
- Alguém está sob escombros
- Alguém está completamente coberto de pó.
- Tentar escavar até ao lugar onde
- Tentar escrever para não esquecer uma cara. Tentar resgatar uma cara.
- Tentar que essa cara seja a cara de que nos lembramos.
- Alguém está cego por uma luz que ofusca
- Alguém está cego porque ficou escuro de repente
- Alguém afasta um nevoeiro com as mãos
- Ou fura um plástico de dentro para fora
- Ou um véu imenso


Raquel S., Monção, 1986. Estudou Filosofia e fez o mestrado em Estudos Culturais, Literários e Interartes. Coorganizou durante dois anos o Ciclo de Cinema e Filosofia, no Teatro do Campo Alegre. Trabalhou como assistente editorial. Foi presidente do Teatro Universitário do Porto, onde colaborou na dramaturgia de vários espetáculos. É dramaturgista e dramaturga em espetáculos de teatro e dança, tendo trabalhado em companhias como As Boas Raparigas... e o Teatro do Bolhão. Escreveu, também, o texto da curta-metragem “Become Ocean”, de Miguel C. Tavares. Dirigiu dois espetáculos de sua autoria no TUP: “Medeia de Noitarder”, vencedor do Prémio Cidade de Lisboa no FATAL 2012, e “Atequando”; co-dirigiu também “Ainda”, com Vera Santos. Publicou textos na Flanzine e nos Libretos do Fim do Mundo.
RAQUEL S. -

calendário