Miquel Bernat

Entrevista

Seg 1 Abril 2019

sobre "Textures & lines"
Miquel Bernat • 52 anos • Músico

Como surgiu a ideia e o porquê desta colaboração do Drumming Grupo de Percussão (Drumming GP) com os músicos Joana Gama e Luís Fernandes

A ideia surgiu já há algum tempo, há mais ou menos um ano. Dentro do Drumming GP estamos sempre a tentar perceber como nos podemos expandir, quais são e onde podem terminar as fronteiras da percussão e de que forma se pode associar a percussão a outros elementos. Como já conhecia a Joana e o Luís, decidimos que gostaríamos de fazer algo em conjunto – espetáculos ou outro tipo de parceria – e, inicialmente, foi tudo conversado de uma forma informal. Apenas neste último ano é que começamos a assentar as bases desta colaboração, para que – de uma forma afetiva – resultasse na criação de um espetáculo novo.

Tendo em conta as características e os instrumentos distintos do Drumming GP (percussão) e da Joana Gama (piano) e Luís Fernandes (eletrónica), como perspetivas este entrosamento entre diferentes estilos e linguagens? 

Mais que os diferentes instrumentos, temos sempre em consideração o imperativo da imaginação. Na minha opinião, a criação de uma simbiose resulta sempre de um momento de criatividade forte, da procura dos genes em comum que levem ao surgimento e criação do espetáculo. Acho que essa divergência, esses mundos tão longínquos entre a percussão e, sobretudo, a eletrónica – porque o piano acaba por ser também um instrumento de percussão – que no princípio parecem estar tão distanciados, na realidade acabam por ser, mais do que pontos em comum, ser trampolins para alcançar outros campos e leituras musicais. 

Nesse sentido, o nome “Textures & lines”, surge do princípio de exploração dos diferentes estilos, com o objetivo de encontrar genes em comum entre os diferentes instrumentos e músicos que integram este concerto? 

De facto, queríamos que a percussão não fosse apenas um elemento rítmico mas que, a partir do ritmo, potenciasse texturas e não apenas um ritmo forte. Os ritmos quando se convertem em poliritmos e crescem em número, mais do que sentir um ritmo, o que se sente é uma textura. Daí a ideia de criarmos diferentes linhas, diferentes peças que tenham entre si uma continuidade e um caminho fácil de seguir, criando uma coerência entre si. Cada uma dessas linhas terá uma sequência apesar das diferentes texturas existentes.

Como é que encaras este processo de criação e composição musical, dado que o Drumming GP, em vários projetos e concertos, interpreta obras de outros autores? 

É um desafio! Apesar de elementos do Drumming GP dedicarem-se à composição em alguns momentos e noutros projetos, não é muito comum para nós desenvolver uma parceria como esta, num tempo tão limitado e numa espécie de residência artística de curta duração. Ainda agora acabamos de fazer uma residência em Serralves com o Mark Fell, que resultou no lançamento de um vinil no Reino Unido – pelo qual ficamos muito contentes – e também aguardamos com muita expectativa este encontro com a Joana Gama e o Luís Fernandes. Para já, ainda estamos abertos totalmente, de parte a parte, para ver de onde surgem as ideias, por onde se encaminhará todo o material e criação musical. Cada músico que irá integrar este concerto está a pensar em algumas ideias, para não entrar de mãos vazias. Mas o objetivo da composição é que no momento em que nos debruçarmos sobre as ideias de cada elemento, este se relacione com as ideias dos outros e se desenvolva facilmente um ponto em comum.

A decisão de incluir um caráter visual ao concerto “Textures & Lines”, através da integração dos visuais do artista Pedro Maia, deve-se ao lado cinematográfico para que a música de Joana Gama e Luís Fernandes nos remete em muitas situações? 

Exatamente! A ideia surgiu por parte da Joana e do Luís, que quiseram que houvesse algo mais no concerto e nós gostamos e concordamos. Em alguns concertos passados também já tínhamos introduzido esse lado visual. Em “Textures & Lines” o aspeto visual estará muito presente, como tal, o Pedro Maia é a pessoa ideal para integrar este projeto.

Para além da apresentação deste concerto, que outros planos e projetos o Drumming GP prevê apresentar no próximo ano e quais as perspetivas para 2019? 


Temos vários projetos e perspetivas muito diversas! Começamos em janeiro com um espetáculo no Auditório do Museu Reina Sofia, em Madrid, relacionado com um compositor espanhol e com o compositor português Luís Tinoco, numa espécie de conversa entre os dois, que se chama “Pocket Paradise”. O objetivo é criar um paraíso de bolso, num espetáculo pequeno, que vai durar pouco mais de uma hora. Depois, iremos estar presentes no Teatro Nacional São João com um espetáculo sobre a luz. O título deste projeto ainda está por definir mas estará relacionado com a luz, porque esta irá assumir-se como o fio condutor do espetáculo, que terá um forte caráter visual. No próximo ano, temos também o vigésimo aniversário do Drumming GP, onde iremos voltar revisitar Steve Reich, depois de mais de cinco em que não exploramos este autor, tocando várias peças dele que ainda não foram apre sentadas no Porto. Para além disso, temos também o lançamento de um disco monográfico de Luís Tinoco e a apresentação do espetáculo “Mikrophonie” de Karlheinz Stockhausen. Posso falar também da reposição de “Cribles/Porto”, uma colaboração com a companhia francesa de Emmanuelle Huynh e com coreografia da Companhia Instável a ser apresentada em Serralves. Com esta mesma companhia [Companhia Instável] lançamos um novo espetáculo baseado no novo minimalismo americano, com a interpretação da peça “Timber” de Michael Gordon. Vamos estar presentes também no “Made in ESMAE”, um pequeno festival de percussão que decorre no Teatro Helena Sá e Costa e iremos estar, mais uma vez, no Museu de Serralves com uma peça nova de Vasco Mendonça. Tendo sempre o Teatro Campo Alegre como espaço que nos permite criar estes espetáculos. Acaba, portanto, por ser um ano marcado pelo nosso vigésimo aniversário, e em que procuramos demonstrar as várias facetas do Drumming GP.


Entrevista realizada a 2 de outubro de 2018, no Teatro Rivoli, por Francisco Santos, do Gabinete de Comunicação do TMP
Imagem © Pedro Sardinha
Miquel Bernat -
DDD + FITEI 2019 no TMP:

Qui 25 Abril 2019

DDD + FITEI 2019 no TMP:

Cinco semanas de programação de dança e teatro, com o Brasil em destaque

Entre 24 de abril e 25 de maio, o DDD – Festival Dias de Dança e o FITEI – Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica unem-se numa grande parceria de programação e comunicação de dança e teatro, com o Teatro Municipal do Porto (TMP) a ser palco de apresentação de mais de duas dezenas de espetáculos, workshops, encontros, atividades paralelas e festas pós-espetáculo.

1, 2, 3...

Qua 3 Abril 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a Ricardo Neves-Neves

"Banda sonora"

Miquel Bernat

Seg 1 Abril 2019

Miquel Bernat

Entrevista

sobre "Textures & lines"

1, 2, 3...

Ter 26 Março 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a John Romão

BoCA - Biennial of Contemporary Arts 2019

Ter 19 Março 2019

"Moving with Pina":

A obra de Pina Bausch pelos gestos de Cristiana Morganti

Cristiana Morganti apresenta, em estreia nacional, a conferência performativa "Moving with Pina", nos dias 22 e 23 de março, no Teatro Campo Alegre, onde partilha as suas vivências com a coreógrafa alemã ao longo de 11 anos.

1, 2, 3...

Seg 18 Março 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a João Sousa Cardoso

Multiplex 2019: Bette Gordon

1, 2, 3...

Sex 15 Março 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a Gustavo Costa e Igor Gandra (Sonoscopia & Teatro de Ferro)

"W - Concerto encenado para orquestra robótica e marionetas"

1, 2, 3...

Seg 11 Março 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a António Júlio

"O Dia da matança na história de Hamlet"

Sex 1 Março 2019

"Os 120 dias de Sodoma": o controverso encenador Milo Rau, no Teatro Rivoli

Nos dias 7 e 8 de março, o controverso encenador Milo Rau apresenta, em estreia nacional, “Os 120 dias de Sodoma”, no Teatro Rivoli – um trabalho que desenvolve as pesquisas em torno do voyeurismo e as suas implicações políticas e artísticas.

1, 2, 3...

Qua 27 Fevereiro 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a Tiago Cutileiro

"Tudo nunca sempre o mesmo diferente nada"

Jorge Andrade

Qua 20 Fevereiro 2019

Jorge Andrade

Entrevista

sobre "A manual on work and happiness"

Anarquivo

Qua 13 Fevereiro 2019

Anarquivo

Sobre Anarquismos, de Pablo Fidalgo Lareo

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

Anarquivo

Ter 12 Fevereiro 2019

Anarquivo

Sobre Unwanted, de Dorothée Munyaneza

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

1, 2, 3...

Qua 6 Fevereiro 2019

1, 2, 3...

... Perguntas a Marta Freitas

Curtas de Cena Portuguesa 

Miguel Loureiro

Seg 28 Janeiro 2019

Miguel Loureiro

Entrevista

sobre "A fera na selva"

Seg 28 Janeiro 2019

"Unwanted" de Dorothée Munyaneza

Um relato a partir das histórias reais das vítimas do genocídio em Ruanda

Na sexta-feira, dia 1 de fevereiro, Dorothée Munyaneza apresenta, em estreia nacional, no Teatro Campo Alegre, o espetáculo “Unwanted” – um trabalho que conta a história de mulheres violadas.  

87º Aniversário Rivoli: 100 habitantes do Porto ajudam a apagar as velas

Sex 18 Janeiro 2019

87º Aniversário Rivoli: 100 habitantes do Porto ajudam a apagar as velas

Nos dias 19 e 20 de janeiro, o Teatro Rivoli celebra os seus 87 anos de “vida” numa festa de 48h - com dança, teatro, música, literatura, performance e ainda uma festa até às 04h00 - onde 100 habitantes do Porto ajudam a apagar as velas. 

100% Porto: Teatro Rivoli comemora o seu 87º aniversário em dois dias de festa

Seg 14 Janeiro 2019

100% Porto: Teatro Rivoli comemora o seu 87º aniversário em dois dias de festa

A 19 e 20 de janeiro, o Teatro Rivoli celebra o seu aniversário com mais de uma dezena de espetáculos com entrada gratuita propostos por artistas e companhias da cidade.

Programação de março a julho do TMP apresentada ontem no Teatro Rivoli

Sex 11 Janeiro 2019

Programação de março a julho do TMP apresentada ontem no Teatro Rivoli

A temporada de março a julho de 2019 do Teatro Municipal do Porto (TMP) reúne mais de 50 espetáculos e a parceria inédita entre os festivais DDD e FITEI.

1, 2, 3...

Qua 12 Dezembro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a Dina Lopes

Foco Famílias 2018

PRESENTE!: neste Natal ofereça dois lugares do TMP

Qui 6 Dezembro 2018

PRESENTE!: neste Natal ofereça dois lugares do TMP


O Teatro Municipal do Porto lança, mais uma vez, o PRESENTE!, um voucher que permite a todos os interessados adquirir e oferecer um produto diferenciador nesta época festiva. 

1, 2, 3...

Seg 26 Novembro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a Álvaro Teixeira Lopes

Novos Talentos

João Pais Filipe e Valentina Magaletti: Uma história de amor

Sáb 24 Novembro 2018

João Pais Filipe e Valentina Magaletti: Uma história de amor


Esta é uma história de amor “musical”:
Conheceram-se a 1 de dezembro de 2017, aquando do concerto dos britânicos Tomaga no Subpalco do Rivoli e agora, 364 dias depois – a 30 de novembro -, João Pais Filipe e Valentina Magaletti apresentam um disco a quatro mãos, "Golden Path", no mesmo local onde se conheceram.

1, 2, 3...

Sex 23 Novembro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a Julieta Guimarães

Mostra Estufa

1, 2, 3...

Qui 22 Novembro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a João Gesta

Quintas de Leitura

Anarquivo

Qua 21 Novembro 2018

Anarquivo

Revoluções: a dança múltipla dos corpos

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

Anarquivo

Ter 20 Novembro 2018

Anarquivo

A Love Supreme

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

Anarquivo

Seg 19 Novembro 2018

Anarquivo

Romances inciertos: dançar a própria incerteza

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

HHY & The Macumbas apresentam o novo álbum no Subpalco do Teatro Rivoli

Seg 12 Novembro 2018

HHY & The Macumbas apresentam o novo álbum no Subpalco do Teatro Rivoli


Num concerto do ciclo Understage, desta vez em coprodução com a Amplificasom, HHY & The Macumbas apresentam o novo álbum: “Beheaded Totem”, dia 16 de novembro, às 23h00 no Subpalco do Teatro Rivoli. 

Trilogia da juventude do TEP apresentada na íntegra no Teatro Campo Alegre

Qua 7 Novembro 2018

Trilogia da juventude do TEP apresentada na íntegra no Teatro Campo Alegre


Entre os dias 7 e 17 de novembro, o Teatro Experimental do Porto (TEP) apresenta, na íntegra, a “Trilogia da juventude” no Teatro Campo Alegre.

1, 2, 3...

Dom 4 Novembro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a Martim Pedroso

Nova Companhia

Né Barros

Qui 25 Outubro 2018

Né Barros

Entrevista

sobre "Revoluções"

François Chaignaud e Nino Laisné em concerto-recital no Palácio da Bolsa

Ter 23 Outubro 2018

François Chaignaud e Nino Laisné em concerto-recital no Palácio da Bolsa


Nos dias 26 e 27 de outubro, sexta-feira e sábado, o coreógrafo e bailarino, François Chaignaud, e o artista visual, Nino Laisné, apresentam em estreia nacional o espetáculo “Romances inciertos — un autre Orlando”, no Salão Árabe do Palácio da Bolsa

Anarquivo

Sex 12 Outubro 2018

Anarquivo

Alguma coisa ruiu
Sobre Late Night

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

1, 2, 3...

Qui 11 Outubro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a Cláudia Dias

FIMP – Festival Internacional de Marionetas do Porto 2018

Anarquivo

Qui 11 Outubro 2018

Anarquivo

The Waves: Sob o desenrolar contínuo do gesto

Um registo livre a partir dos espetáculos da temporada para reativar o discurso das conversas pós-espetáculo e repensar o nosso tempo.

1, 2, 3...

Qua 3 Outubro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a João Ferreira

Queer Porto

1, 2, 3...

Qui 27 Setembro 2018

1, 2, 3...

... Perguntas a André e. Teodósio

Teatro Praga

Renata Portas

Seg 10 Setembro 2018

Renata Portas

Entrevista

sobre "Estava em casa à espera que a chuva viesse"

História(s)

Qui 6 Setembro 2018

História(s)

1ª Parte — Tiago Guedes

A temporada 2018/2019 do Teatro Municipal do Porto — Rivoli e Campo Alegre será apresentada em dois tempos e em duas agendas de programação.

Artistas Associados

Sáb 1 Setembro 2018

Artistas Associados

Temporadas 17/18 & 18/19

O coreógrafo Marco da Silva Ferreira e o encenador Jorge Andrade (mala voadora) são os primeiros artistas associados do Teatro Municipal do Porto.