Flávio Rodrigues

Magma - No limite da selvajaria (escultura cénicas)

Janeiro

19 Sáb em contínuo, a partir das 11.00h
20 Dom em contínuo, a partir das 11.00h


RIVOLI Foyer do Pequeno Auditório

Entrada gratuita • >3
Uma criação de Flávio Rodrigues
São esculturas de materiais e dimensões variáveis, criadas inicialmente como objetos elementares de/para uma performance apresentada no Teatro Carlos Alberto, em fevereiro de 2018, intitulada “Magma - No limite da Selvajaria”. 
Violência, medo, território (...) são algumas das palavras-chave que estiveram presentes no decorrer da criação do projeto. “(...) Tanto estes tecidos como quase todos os materiais utilizados na peça foram reaproveitados.  

Flávio Rodrigues nasceu em Vila Nova de Gaia. Desde 2006 que desenvolve os seus projetos pessoais, entre os quais performances, filmes, instalações, paisagens sonoras, intervenções públicas, apresentando-os em diferentes contextos: “CATÁLOGO” (2008), “Starveling (The rite of spring)” (2012), “RARA” (2014) e “MAGMA” (2018) são alguns dos títulos.
Flávio Rodrigues -